N Engenheiros

Portugueses não compreendem as faturas da luz e gás

Os portugueses não conseguem compreender e interpretar as faturas da luz e do gás, processo esse extremamente complexo, impedindo a maioria dos consumidores de comparar comercializadores e respetivas tarifas.

O Payper produziu um estudo que analisa detalhadamente mais de 450.000 faturas submetidas na sua APP e revela que mais de 92% dos utilizadores não consegue identificar a ordem de grandeza do valor cobrado por cada kWh consumido, nem quantos kWh consome em média por mês, sem que a maioria dos consumidores indicasse o montante médio associado ao consumo.

Se, do ponto de vista legal, as faturas de eletricidade e gás, são cobradas com base num valor fixo – dependendo da potência contratada ou escalão de gás do consumidor, e do consumo de energia (kWh), acrescidas dos impostos e taxas aplicáveis, percebeu-se que, ao longo de 2020, vários comercializadores têm vindo a lançar modelos complexos de desconto e serviços adicionais, que dificultam a legibilidade da fatura e a comparação de ofertas.

A título de exemplo, um comercializador aproveitando-se do desconhecimento, por parte dos consumidores, dos valores médios pagos no termo variável (energia) e no termo fixo, divulgou uma oferta promocional de 20% de desconto – sem divulgar a base de preços onde o desconto seria aplicado.

Agravando a situação, ao longo de 2020, diversos dos principais comercializadores começaram numa “guerra de ofertas comerciais”, tais como: a oferta de uma fatura de aniversário, descontos em cartão de compras, descontos cruzados com amigos, etc. Esta prática, dificultou, em benefício dos comercializadores, o processo de escolha e comparação dos diferentes tarifários, procurando cativar a atenção do cliente com “descontos sensacionalistas”.

Neste contexto, o Payper elaborou um ranking dos comercializadores com faturas de mais fácil compreensão, bem como um ranking dos que enviam faturas de leitura mais complexa, sendo que para a elaboração deste ranking foram tidos em conta vários fatores, nomeadamente, a quantidade de informação incluída, a existência de descontos diretos ou indireto, a forma de indicação das leituras dos contadores, e os serviços adicionais incluídos.

 

TOP 3 FATURAS MAIS COMPLEXAS:

Endesa

Galp

EDP Comercial

 

TOP 3 FATUURAS MAIS SIMPLES:

CashBack-Power

Muon Electric

LuzBoa

 

SERVIÇOS DE VALOR ACRESCENTADO:

 

Ao longo de 2020, diversos dos principais comercializadores, nomeadamente a EDP Comercial, a Iberdrola e a Galp, incluíram diversos serviços de valor acrescentado nas suas ofertas, sendo, em alguns casos, de subscrição obrigatória para se poder usufruir de determinados descontos ou tarifários de energia.

No ano transato, o estudo agrupa a oferta de serviços adicionais essencialmente em 4 categorias distintas:

- Serviços de assistência técnica – Este serviço, pago normalmente como um custo fixo mensal, contempla o envio de um técnico a casa do cliente para resolver um eventual problema elétrico ou relacionado com a instalação e gás. Dependendo do comercializador ou a variante do serviço, pode incluir as inspeções técnicas obrigatórias;

- Seguro de eletrodomésticos – Alguns dos serviços propostos podem incluir um seguro para peças, ou mesmo substituição, de eletrodomésticos em caso de acidente ou avaria. Normalmente os seguros têm franquias e limites bastante baixos.

- Seguros de saúde – Mais recentemente, com o lançamento dos Packs Living da EDP Comercial e do serviço de Assistência de Familia, da Galp, estes comercializadores começaram a oferecer seguros “básicos” de saúde, em conjunto com as suas ofertas comerciais. Normalmente estes seguros apenas contemplam um desconto nas consultas e exames médicos, não suportando grandes despesas de hospitalização ou na aquisição de medicamentos.

- Seguros de pagamento – Este tipo de serviço, oferece um seguro que, em caso de desemprego involuntário ou morte, pode suportar as despesas de eletricidade e gás, até um determinado limite.

O Payper alerta que a subscrição de alguns destes serviços é obrigatória para se ter acesso a determinados tarifários. Noutras situações, os serviços são oferecidos apenas durante um determinado período de tempo. É necessário ter em atenção, que o cancelamento da subscrição destes serviços obrigatórios nem sempre é fácil e direta, obrigando, na maior parte das situações, ao envio de um pedido de cancelamento por escrito.

De modo a simplificar a seleção do tarifário mais adequado aos consumidores, o Payper disponibiliza, de forma gratuita, ferramentas de comparação que procuram quantificar todos os descontos e promoções aplicáveis, salientando todos os serviços de valor acrescentado de subscrição obrigatória, de acordo com a informação divulgada junto ao regulador.

Através da leitura automática das faturas submetidas, a ferramenta estima a despesa anual e quantifica a poupança anual de todas as ofertas disponíveis no mercado português.

 

Nota:

O Payper (www.payper.pt) é um gestor de tarifários e ferramenta para a gestão das contas mensais, disponível de forma gratuita online e como aplicação para smartphone, que possibilita aos consumidores, domésticos e empresariais, identificar as ofertas mais económicas.

Considerada uma das cinco APPs mais promissoras em Portugal em 2020 e com mais de 100.000 utilizadores registados, o Payper possibilita a extração automática dos dados de consumo a partir das faturas eletrónicas de eletricidade, gás, água e telecomunicações, permitindo uma comparação simples e detalhada com todos os tarifários disponibilizados no mercado português, quantificando a poupança exata em caso de seleção de um tarifário mais adequado.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo