N Engenheiros

Município de São Brás de Alportel sensibiliza para a preservação da biodiversidade

No Dia Mundial do Ambiente, o Município de São Brás de Alportel sensibiliza para a preservação da biodiversidade

No Parque das Amendoeiras, de forma adaptada e simbólica foi apresentada a estratégia municipal de preservação da biodiversidade que está em marcha, sendo exemplo da mesma a instalação de placas de sensibilização para zonas onde está a ser mantida vegetação que facilita o trabalho das abelhas, na polinização.

Para ajudar as abelhas a fazer a polinização, tarefa essencial para uma biodiversidade saudável, o Município tem vindo a deixar crescer em jardins e parque, separadores e bermas de estradas, canteiros, muros e passeios da vila, ervas daninhas que são plantas para a biodiversidade.

O objetivo de manter a vegetação espontânea, favorável à polinização, é criar um ambiente e recursos propícios (pólen, néctar e óleos essenciais) para os insetos polinizadores, nomeadamente as abelhas.

Com esta medida o Município pretende contribuir para colmatar o problema de âmbito mundial do declínio populacional das abelhas. São também polinizadores selvagens, as borboletas e os besouros que ajudam a maioria das plantas floríferas a frutificar, sendo por isso elementos fundamentais para a agricultura e para a biodiversidade. Uma vez secas, o Município irá proceder ao corte desta vegetação espontânea.

Em simultâneo, o Município tem vindo a colocar ninhos em diversos espaços verdes, escolas e outros equipamentos, de modo a fixar diversas espécies de aves, fundamentais para a preservação da biodiversidade, fruto de uma generosa oferta por parte de um projeto da Serra do Caldeirão.

Enquanto espaço de excelência para a interpretação e educação ambiental, a Quinta do Peral promoveu também durante a manhã de 5 de junho um conjunto de atividades de sensibilização dos mais jovens sobre a importância da proteção do ambiente e da sustentabilidade do planeta. Também neste espaço pode ser visitado um hotel para insetos, com diferentes nichos e materiais disponíveis para abrigar diferentes espécies de insetos.

Está ainda a ser equacionada a plantação de espécies benéficas para os polinizadores.

Ações que visam assegurar a convivência harmoniosa entre humanos e a natureza que é essencial para a qualidade de vida de todos os habitantes do planeta e que é também fonte de inspiração nas mais variadas áreas, da ciência às artes.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo