N Engenheiros

João Paulo Félix vai fazer a 'Volta a Portugal a Correr'

O atleta João Paulo Félix vai completar mais um desafio e correr pela segunda vez a Estrada Nacional N2. Com uma vertente solidária e sob o lema “eu corro contra a violência doméstica”, a prova, que é também uma homenagem a todos os profissionais de saúde, tem início em Faro, nesta quarta-feira, às 09:15, na “Rotunda do km 738”, rumo a Chaves pela Estrada Nacional 2. Seguidamente, João Félix irá rumar ao Porto e irá descer pelo país, passando pela Figueira da Foz e Sintra e terminará a corrida em Lisboa, dia 8 de agosto, frente ao Monumento dos Descobrimentos.

O percurso, de 1250 km, será feito ao longo de 25 etapas, numa média de 50 quilómetros por dia.

Recorde-se que João Paulo Félix, natural de Salvaterra de Magos e sociólogo de profissão, completou em 2017 o “Desafio da Estrada Nacional N2 a Correr: Chaves-Faro”, num percurso de 739,260 km, durante 14 etapas. Correu, em média, 52 km por dia, em autonomia, sob as altas temperaturas do mês de agosto. Foi o primeiro e único atleta a correr a Estrada nacional N2, a terceira maior estrada do mundo e a maior da Europa.

Dos vários desafios de João Félix, destacam-se, entre outros, a “1.ª Volta ao Ribatejo a Correr” (328 km), a prova “Porto-Lisboa a Correr: da Foz do Douro à Foz do Tejo” (360 km), a prova “Tróia-Sagres a Correr” (224 km) e o “desafio N2 de Brompton”, durante o qual pedalou 739,260 km numa bicicleta dobrável roda 16.

A “Volta a Portugal a Correr” tem o apoio logístico do Município de Faro e contará com a presença do vereador Carlos Baía, em representação do presidente da Câmara Municipal de Faro, no momento da partida em Faro.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo