N Engenheiros

Estudo revela que 280 em cada mil profissionais está no desemprego

Um estudo da plataforma Fixando revela que 280 em cada mil profissionais registados na plataforma estão no desemprego. Além disso, em julho, 27,6% dos profissionais receberam rendimentos inferiores a 250 euros.

O mesmo estudo revela também que 44% dos inquiridos recebem algum tipo de ajuda social, mas 34% estão atualmente a passar por dificuldades financeiras.

"Estes dados são preocupantes e refletem o impacto do confinamento nos empregos e vida financeira das famílias. Do lado da Fixando, sentimos um crescimento de 70% no número de profissionais registados na plataforma, comparando julho passado com julho de 2019. Os profissionais estão à procura de novos negócios nas plataformas que correspondam à realidade pós-pandemia”, explica Alice Nunes, Diretora de Desenvolvimento de Negócio da empresa.

O inquérito foi realizado junto de profissionais registados na plataforma entre os dias 18 e 23 de agosto, depois de tornado público que mais de 12 mil pessoas solicitaram Rendimento Social de Inserção e que mais de 407 mil portugueses se inscreveram nos centros de emprego.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo