N Engenheiros

AMAL lidera candidatura para promover a cultura na região

O Algarve tem, pela primeira vez, uma rede constituída pelos 16 municípios, a Direção Regional de Cultura e demais agentes culturais da região para concretizar um projeto conjunto na área da cultura.

Este é, aliás, o principal aspeto inovador do projeto desta “Programação Cultural em Rede” que resulta de uma candidatura que a AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve submeteu, no final de setembro, no âmbito do Programa Operacional Regional do Algarve (CRESC Algarve 2020) e que foi agora aprovada.

A programação, a ser promovida em parceria com os 16 municípios da região e a Direção Regional da Cultura, abrange um conjunto de iniciativas e eventos culturais em todos os concelhos algarvios, contribuindo desta forma para apoiar os artistas locais de cada município, realizando também itinerâncias entre concelhos. Para além disso, tem como objetivo a valorização do território, nomeadamente com a promoção de eventos ao ar livre o que, por um lado, permite adaptar os eventos às condicionantes da realidade pandémica e, por outro, programar a atividade cultural nos monumentos, em locais históricos e mesmo em locais não convencionais. Com este projeto pretende-se, também, dinamizar o turismo cultural e captar novos públicos e visitantes para a região, como contributo para a atividade turística e combate à sazonalidade.

A atividade cultural na região baixou drasticamente por causa da COVID-19 e a AMAL procura agora, à escala intermunicipal, apoiar a dinâmica cultural na região, constituindo-se esta candidatura como um primeiro impulso para a retoma da atividade do setor na região. O investimento total do projeto ronda os 842 mil euros.

Para a AMAL, esta candidatura é de extraordinária importância, no contexto de uma região que se posiciona para ser capital europeia da cultura em 2027: “Faro – Capital Europeia da Cultura 2027”.

Brevemente serão conhecidos o nome do projeto, a imagem e a programação, que conta com iniciativas em múltiplas áreas artísticas (música, teatro, dança, artes de rua, artes plásticas, exposições, projetos multidisciplinares, etc.) e que irá decorrer durante o ano de 2021. 

 

Ademar Dias

Partilha este artigo