N Engenheiros

Algarve Music Series regressa a Faro

O Algarve Music Series, festival de música de câmara organizado pela violoncelista Isabel Vaz e pelo pianista Vasco Dantas, com o apoio da Câmara Municipal de Faro, regressa este mês em circunstâncias diferentes das das edições anteriores, mas sempre com a mesma alegria e entusiasmo pela música!

Depois da masterclass ArtAllurement que teve lugar entre 3 e 5 de outubro e aliou várias disciplinas: arte do canto, do piano, do movimento, do teatro e da pintura em aulas individuais e de grupo, orientadas pelos elementos do Trio Allurement, a atriz, coreógrafa e e encenadora Sónia Aragão e o pintor José Godinho Marques, chegam os concertos.

O concerto de dia 15 de outubro às 21:30, no Club Farense, vai contar com a estreia mundial do Trio Allurement, composto pela soprano Bárbara Barradas, a mezzo-soprano Cátia Moreso e o pianista Vasco Dantas, três músicos de excelência do panorama musical internacional. Vão ser interpretados duetos, árias de ópera e canções de compositores como Mendelssohn, Elgar, Wagner, Verdi e Offenbach.

Os bilhetes têm um custo de 8 euros e para os sócios do Club Farense, 5 euros. As reservas podem ser efetuadas através do número de telefone 289 824 219 ou clubfarense@gmail.com.

Dia 16 de outubro, às 21:30 no Teatro Lethes, contamos com a presença do grande acordeonista português João Barradas para um recital a solo. João Barradas é um verdadeiro músico do mundo. Acordeonista exímio, domina várias linguagens, da música clássica ao jazz. Vai apresentar obras de Keith Jarrett, Bach e Scarlatti.

O preço dos bilhetes é €5 e podem ser adquiridos através da bilheteira do Teatro Lethes ou no site www.bol.pt (procurar pelo nome do evento: Algarve Music Series).

 

Os artistas:

Bárbara Barradas, soprano, conhecida pela sua versatilidade e intensidade interpretativa.

Fez o seu Debut em Salzburg com a Lucia (Lucia di Lammermoor de Donizetti), onde foi bastante acarinhada pela crítica e público como “an outstanding artist, a born singer, with a round and beautiful voice, an exceptional stage presence, and a messa di voce that after Caballé was barely to find”. Canta regularmente com as mais prestigiadas orquestras nacionais e internacionais. Ganhou vários prémios e bolsas de estudo em mais de 10 competições Nacionais e Internacionais.

 

Cátia Moreso, mezzo-soprano, considerada uma das maiores cantoras do panorama nacional, o seu sucesso internacional é inegável, onde várias vezes foi aclamada pela crítica como tendo um "registo grave refinado e bronzeado, e seus agudos potentes e ressonantes”. Canta regularmente nas mais prestigiadas salas e teatros a nível nacional.

 

Vasco Dantas, pianista invulgar pela sua grande generosidade e força emotiva, desde muito cedo evidenciou uma personalidade cativante, através da força das suas interpretações. Obteve mais de 50 prémios e distinções em concursos internacionais, tendo já actuado a solo e com orquestras nos 5 continentes, em salas como Hong Kong Concert Hall, Tchaikovsky Great Hall e Carnegie Hall. É diretor artístico do festival de música de câmara Algarve Music Series e a sua discografia inclui 5 CDs com a KNS Classical, ARS Produktion e MPMP.

 

João Barradas é um dos mais conceituados e reconhecidos acordeonistas europeus, movendo-se, simultaneamente, entre a música Clássica, o Jazz e a música improvisada. Venceu alguns dos mais prestigiados concursos internacionais, dos quais se destacam, entre outros, o Troféu Mundial de Acordeão (CMA), que vence por duas vezes, o Coupe Mondale de Acordeão (CIA), o Concurso Internacional de Castelfidardo e o Okud Istra International Competition. Barradas tem-se apresentado nas maiores salas de concerto do mundo.

Enquanto intérprete teve a seu cargo dezenas de estreias mundiais para acordeão solo escritas para ele por alguns dos mais destacados compositores europeus, como Yann Robin, Tuomas Turriago, Nuno da Rocha, Dimitris Andrikopoulos ou Jarmo Sermila.

Em 2016 grava, com a editora nova iorquina Inner Circle Music, o seu primeiro álbum enquanto líder. “Directions” conta com a produção de Greg Osby e foi considerado um dos melhores álbuns do ano pela revista Downbeat, aparecendo na sua prestigiada lista "Best Albums of The Year".

Ao mesmo tempo, começa a ser mencionado por alguns dos maiores nomes do Jazz Americano, como Joe Lovano, Nicholas Payton, Randy Brecker, Lenny White ou Walter Smith III.

João Barradas tem colaborado com diversos músicos de renome, nomeadamente com Greg Osby, Mark Turner, Peter Evans, Aka Moon, Mike Stern, Gil Goldstein, Fabrizio Cassol, Mark Colenburg, Jacob Sacks, Miles Okasaki, Rufus Reid, Jerome Jennings, Stephanne Galland, Michel Hatzigeorgiou, entre muitos outros.

Foi nomeado ECHO Rising Star pela European Concert Hall Organization para a temporada 2019/2020. Nessa mesma temporada a prestigiada BBC Music Magazine nomeou João Barradas como um dos seus Rising Stars.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo