N Engenheiros

Albufeira: instituições e escolas participam em “Natal Ecológico” e ganham 1800€ em prémios

Um total de 20 escolas e instituições do concelho de Albufeira participaram no desafio lançado pelo Município para que elaborassem objetos ecológicos de Natal. Mais de uma centena de albufeirenses lançou mão da criatividade e cinco entidades foram premiadas com 300 euros cada. O júri, constituído por Luságua – Serviços Ambientais SA, APA – Agência Portuguesa do Ambiente e DGEstE – Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares, resolveu ainda atribuir três menções honrosas a três entidades participantes, no valor de 100 euros para cada uma. “Uma iniciativa louvável, que vem dizer da preocupação dos albufeirenses para com a necessidade de tratarmos melhor o ambiente”, diz o presidente da Câmara Municipal.

O concurso “Um Natal mais Ecológico em Albufeira”, destinado a estabelecimentos de ensino, lares e centros de dia do concelho, tem por objetivo sensibilizar a população para a reutilização de materiais, nomeadamente resíduos domésticos, aplicada à criação das tradicionais decorações natalícias com recurso à técnica dos 3R`s – Reduzir, Reutilizar e Reciclar. Os trabalhos estiveram em exposição no mês de dezembro, na Galeria de Arte Pintor Samora Barros. Entretanto, o júri, constituído por APA – Agência Portuguesa do Ambiente (Paula Vaz), DGEstE – Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares (Lídia Ramos) e Luságua – Serviços Ambientais SA (Cristiana Cardoso), já deliberou sobre os trabalhos em exposição.

Entre os 29 trabalhos participantes de 20 estabelecimentos, o júri selecionou cinco vencedores, um em cada escalão: Escalão 1 – Infantário da Cooperativa Os Piratas (Sala 1/1) – “Vamos ficar todos bem” | Escalão 2 – EB1 de Vale Pedras (2ºA) – “Projeto – Cidade Natal” | Escalão 4 – Escola Básica 2, 3 Dr. Francisco Cabrita (7º C) – “My Tech Tree” | Escalão 5 – Escola Secundária (11.º A) – “Natal com Esperança” | Escalão 6 – Centro Paroquial de Paderne – “A cura de Natal”. Cada vencedor recebeu um prémio monetário no valor de 300,00€.

O júri resolveu ainda atribuir três menções honrosas a três entidades participantes, no valor de 100 euros para cada uma: Escalão 1 – Jardim de Infância da Avª Ténis – sala 1 (“Presépio reciclado”); escalão 2 – EB1 Correeira – 2º A (“Muito, com pouco!”) e escalão 6: CASA – Centro de Apoio ao Sem-Abrigo (“Mensageiro da Esperança”).

Para além destes estabelecimentos, participaram também o Colégio “A Turma dos Traquinas”, J de Vale Pedras, Ji de Vale Parra/Rabelho, JI da Correeira, JI de Vale Serves, ATL da Cooperativa “Os Piratas”, Centro Infantil “O Búzio”, da Fundação António Silva Leal, EB 2,3 Prof.ª Diamantina Negrão, EB2,3 D. Martim Fernandes, Casa de Repouso Senhora da Guia, Centro Social da Quinta da Palmeira e Santa casa da Misericórdia de Albufeira.

“Uma iniciativa louvável, para manter, que vem dizer da preocupação dos albufeirenses para com a necessidade de tratarmos melhor o ambiente”, diz o presidente da Câmara Municipal. José Carlos Rolo visitou a exposição e enalteceu a forte participação das instituições, bem como da amizade que se gera entre todos os participantes.

Refira-se que este concurso não impõe limites de criatividade nem tema, o que foi considerado pelo júri “um ótimo potenciador e incentivador da criatividade e originalidade dos trabalhos apresentados, onde se tornou visível a apresentação do resultado final”.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo