N Engenheiros

“Tu que me fizeste escrever poesia” apresentado em Castro Marim

No passado sábado, dia 08 de maio, o Revelim de St. António, em Castro Marim, acolheu a apresentação do primeiro livro de Célia Segura, “Tu que me fizeste escrever poesia”. 

Num ambiente familiar, e com as contingências necessárias ao controlo da pandemia, a apresentação, trazida pela professora Clara Lourenço, foi marcada pela narrativa desta aventura que conduziu Célia Segura à escrita deste que é o seu primeiro livro, uma vez que o segundo já vem a caminho, avançou a autora durante o evento. “Tu que me fizeste escrever poesia” é uma homenagem ao lembrado pai de Célia, embora tenha sido outro o amor que a fez escrever poesia.

O lançamento do livro foi pautado pela intervenção de muitas vozes, envolvidas no processo criativo da autora, nomeadamente os Poetas do Baixo Guadiana, que, mais que um projeto cultural, é um projeto de construção de pontes e de criação de fronteiras.

Outras performances pautaram esta cerimónia, enlaçando a poesia à dança e à música. Em palco estiveram os professores de dança da autora, Guida Montes e Lino Nunes, o músico André Ramos com a cantora Nádia Catarro e, a fechar a iniciativa, o músico Ricardo Santos. Um dos objetivos desta iniciativa foi também o de redirecionar o olhar do público para a cultura e artistas locais, valorizando a diversidade e expressividade do território impressa nas mais variadas artes.

A apresentação do livro “Tu que me fizeste escrever poesia” foi organizada pelo Município de Castro Marim em colaboração com os projetos “Artistas de Cá – Artistas & Artes do Baixo Guadiana” e “Poesia Fã Clube”.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo