N Engenheiros

Portugal é o país com mais projetos inovadores de combate à Covid-19

Em situação de pandemia, a criatividade desponta, sobretudo na frente tecnológica. Mas essa realidade vale mais para certos países do que para outros. É isso que mostra um levantamento de projetos inovadores de combate à Covid-19, feito pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). Com 19 soluções criativas identificadas, Portugal surge mesmo na liderança mundial.

No mapa interativo, a listagem dos projetos portugueses criados durante o surto do novo coronavírus mostra o envolvimento da liderança política e de diversas camadas da sociedade civil. A OCDE destaca o site do Governo, Estamos ON, que agrega dados sobre a resposta executiva (identificando as regras do estado de emergência nacional, por exemplo) e fornece informações à população (apoios às empresas, documentação e explicadores, avaliação da situação epidemiológica ou guias para o tele-trabalho). Também já se encontra disponível uma aplicação.

O levantamento faz ainda referência à plataforma lançada pelos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde que traz sobretudo informação sobre as formas de transmissão do vírus e a evolução do contágio no país.

Na lista da OCDE, também surge o projeto tech4COVID19 que reúne os esforços da comunidade tecnológica. Destacando a colaboração de mais de 4 mil voluntários de 250 empresas e várias áreas profissionais, são citadas várias soluções já alcançadas: uma aplicação com dados técnicos para os profissionais de saúde, uma plataforma de apoio ao comércio online ou uma campanha de angariação de fundos.

São ainda referidos o CoronaKids, um site destinado a informar as crianças sobre a pandemia, com jogos e vídeos explicativos e, na mesma medida, a plataforma da Ciência Viva para ajudar a comunidade escolar.

Além disso, a OCDE menciona a linha telefónica de apoio às vítimas de violência doméstica (número 3060), gratuita, a funcionar 24 horas por dia e confidencial.

A seguir a Portugal, surgem Reino Unido, com 12 projetos identificados, e Irlanda, com 11 soluções destacadas. Espanha e Itália, os dois países europeus mais afetados, apenas apresentam 2 inovações cada.

 

Ademar Dias

Partilha este artigo