Património Árabe no Algarve vai ser valorizado

A Carta de Compromisso - Projeto Umayyad vai ser assinada em Alcoutim na próxima sexta-feira, dia 22, às 10h00, numa ação aberta aos jornalistas.

A iniciativa junta o Município, o Turismo e a Cultura na concretização de um conjunto de ações de valorização e dinamização da Rota Omíada, um itinerário que irá percorrer o legado da dinastia árabe omíada na cultura e no património de sete países ligados ao mediterrâneo, incluindo Portugal.

A sessão contará com intervenções do presidente da autarquia local, Osvaldo Gonçalves, além do presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva, e da diretora regional de Cultura do Algarve, Alexandra Gonçalves, parceiros nacionais de um projeto que se estende pela Itália, Tunísia, Egipto, Jordânia, Líbano e Espanha (Andaluzia).

No Algarve, a presença da dinastia omíada fez-se sentir por mais de três séculos (711 a 1031) e entre os bens inventariados na região encontram-se jogos islâmicos de tabuleiro, expostos no castelo de Alcoutim, e o castelo velho do município, património que também será revisitado nesta ocasião.

A Rota Omíada (http://www.turismodoalgarve.pt/projetos-e-iniciativas/rota-omiada-algarve.html) é liderada pela fundação El Legado Andalusí e financiada pelo programa European Neighborhood and Partnership Instrument (ENPI), no âmbito dos projetos de cooperação transfronteiriça na área do Mediterrâneo.

 

Ademar Dias

Segue-nos